Cadastre-se para
receber dicas!

Liderar é um eterno refletir

Olá,
Existem muitos livros para nos ajudar no desenvolvimento da liderança. Cheios de passos e dicas, quase todos focados em manter o controle, conduzir pessoas e gerar autoconfiança. Não que estejam errados, mas quase não vejo autores dedicados a abordar o processo de autoconhecimento de um líder. E, para mim, aqui está o ponto-chave.
A cada decisão, movimento, gesto, investimento, fala, reunião etc. No absoluto do dia a dia do líder temos a oportunidade de refletir sobre o impacto destas ações primeiro sobre nós e depois sobre os outros.
Vou ilustrar: à frente de um projeto que envolve dezenas de entidades e tendo que alinhar as estratégias e contemplar todas as demandas, mesmo que algumas sejam antagônicas, faz com que eu tenha que tomar decisões muito bem pensadas.
Desde que aceitei assumir a liderança deste projeto, muitas vezes mudei de visão de onde o processo iria terminar e das estratégias para chegar lá, pois não tenho medo de reconhecer estar errado e mudar quando acredito que tem um caminho melhor.
Mas não é fácil. Para tanto uso de alguns instrumentos.
Primeiro, tenho um núcleo duro, um grupo menor com o qual posso me aconselhar. Eles me conhecem como pessoa (sabem das minhas capacidades e vulnerabilidades), conhecem a entidade que lidero, e principalmente: tem liberdade para falar exatamente o que pensam sem filtros mesmo sabendo que eu não preciso seguir suas sugestões. É quase um espelho.
Segundo, tenho meu caderno de anotações. Isso mesmo. Anoto todo dia impressões sobre o que aconteceu durante o mesmo. Serve como memória dos acontecimentos, mas principalmente, serve para que eu possa anotar pelo menos um aprendizado no dia. E dificilmente fico num só. Desde um simples: “não deixar acontecer o choque de agenda” ou “devo estudar mais sobre o tema” até um “deixar o interlocutor colocar seu ponto de vista antes de mim para poder construir melhor a resposta e não ser confrontado no meio da reunião”.
Refletir sobre o nosso dia a dia de líder / presidente nos deixa mais consciente de nossos limites e nossa força, sabendo que nunca estaremos prontos. Mas o crescimento não tem preço.
Quando perguntaram o que eu esperava do meu mandato como presidente da ACIF (Associação Comercial e Industrial de Florianópolis) eu respondi com convicção: terminar o mandato como uma pessoa melhor… e espero conseguir.
Para isso, devo refletir todos os dias.
Fraternalmente,

DEIXE SEU COMENTÁRIO